Unhas fracas e quebradiças

Unhas fracas e quebradiças: como lidar com esse problema?

Powered by Rock Convert

Quem não gosta de ter as unhas bonitas? Ainda mais nos dias de hoje, em que existem inúmeras técnicas para deixá-las lindas e alongadas, com vários modelos que se adaptam ao seu estilo e ao seu visual.

Elas se tornaram um cartão de visitas e ajudam na aparência para uma mão bem cuidada. No entanto, se você sofre com unhas fracas e quebradiças, fique sabendo que isso pode ser causado por diversos motivos.

As unhas também podem indicar alguma deficiência nos órgãos, a ausência de alguma vitamina, a presença de algum fungo ou bactéria ou o excesso de produtos químicos e esmaltes.

No entanto, independentemente do fator decisivo para esse enfraquecimento, geralmente, é fácil tratá-las por meio de algumas mudanças de hábito — basta saber a origem do problema. Para isso, é importante procurar um médico dermatologista para investigar e indicar a melhor solução.

Continue a leitura para ver os possíveis motivos de as suas unhas estarem fragilizadas e para conferir 4 dicas que vão fortalecê-las!

Por que as unhas ficam fracas?

São vários os fatores determinantes que alteram o aspecto das unhas e deixam-nas enfraquecidas e descamadas. Listamos, abaixo, algumas causas para você entender melhor.

Excesso de esmalte

No Brasil, cerca de 60% das mulheres se queixam por sofrer de unhas fracas e quebradiças, além da descamação. A princípio, um dos problemas que podem gerar essa fraqueza é o fato de sempre estarem pintadas.

Já ouviu alguma amiga sugerir “pinte as unhas que elas ficam fortes”? Não é bem assim! As unhas precisam de respiro e deixá-las esmaltadas todos os dias não é o recomendado. O ideal é, pelo menos, um dia antes de fazer as unhas, retirar todo o esmalte para esse “respiro”.

Falta de vitaminas

Algumas pessoas sofrem de distúrbios alimentares, têm anemia ou seguem uma dieta sem acompanhamento de um profissional, sendo assim, estão ainda mais expostas ao enfraquecimento das unhas.

Mesmo que outras pessoas não se enquadrem nesse perfil de dieta, pode ser que não tenham o hábito de consumir a quantidade ideal de vitaminas necessárias nas alimentações. Isso também acaba deixando as unhas debilitadas.

Procure consumir vitaminas B6 (piridoxina) e B7 (biotina) e vitaminas C, D e E e inclua ferro, cálcio e aminoácidos nas refeições.

Hábito de roer unhas

Esse hábito, apesar de inofensivo, pode ser muito prejudicial para a saúde das suas unhas. É que a saliva contém uma acidez capaz de enfraquecê-las e deixá-las porosas com o tempo. E, em casos mais graves, é possível que ocorram alguns traumas e infecções que provocam a perda das unhas.

A solução é usar bases com sabores bem amargos para evitar levar as mãos à boca. Se, mesmo assim, a medida não resolver, tente alguma técnica à qual você se adapte ou procure uma ajuda psicológica, se isso ocorre por ansiedade, por exemplo.

Produtos químicos

Outro fator importante que atrapalha a saúde das suas unhas e impede que elas cresçam fortes é o uso de produtos de limpeza, como o detergente, que é comum e diário, entre outros que também afetam a qualidade das unhas.

Powered by Rock Convert

Esses produtos, no geral, agridem muito as unhas e ressecam demais a sua superfície. Por isso, o ideal é sempre utilizar luvas próprias para serviços domésticos antes de se expor a esses produtos. E, após terminar, procure passar um hidratante nas mãos.

Como identificar algumas doenças pelas unhas?

Algumas enfermidades ou deficiências do corpo podem ser alertadas por meio das próprias unhas. Basta observar a aparência de cada uma delas. Caso sofram alterações para tons amarelados ou arroxeados, apareçam listras escuras ou fiquem com manchas e pintas esbranquiçadas, procure um médico.

O mesmo é necessário se você perceber alterações em espessura ou traumas, como ondulações sem motivo aparente. Às vezes, pode ser falta de cálcio, zinco e vitaminas A, B e E, anemia ou hipotireoidismo. No entanto, também é possível ser algum problema no fígado, rim, pulmão e, até mesmo, tumores ou problemas cardíacos.

Como resolver o problema?

Como já adiantamos no começo do texto, os cuidados com as suas unhas e o fortalecimento delas, geralmente, podem ser criados com facilidade por meio de mudanças de hábito. Por isso, listaremos, agora, algumas dicas muito simples para você adotar já na sua rotina.

Faça a limpeza correta

Invista na higiene. As bactérias e os fungos podem proliferar facilmente em baixo das unhas se elas não forem limpas. Procure deixar, no banheiro, palitos ou escovinhas próprias para a limpeza das unhas.

Após uma boa escovação e com a garantia de que todas as sujeiras foram para o ralo, seque-as bem. Isso porque a umidade também acumula fungos.

Aproveite para revisar se as ferramentas usadas nas unhas também estão higienizadas. Evite guardá-las sujas ou com restos de cutículas e unhas cortadas.

Tome cuidado com as cutículas

Você já deve ter ouvido falar que esse costume de tirar cutículas é bem peculiar das brasileiras e, fora do país, não é comum as mulheres seguirem o hábito. Pois elas fazem muito bem! As cutículas são a proteção das unhas e, uma vez tiradas, aumentam a sua exposição a bactérias e ajudam no enfraquecimento.

Procure usar a espátula para empurrar e use o alicate para tirar o que for realmente excesso. Claro que se você já está acostumada a tirar 100% das “pelinhas”, não será de uma hora para outra que vai mudar, mas vá inserindo essa cultura aos poucos para o bem da sua própria saúde.

Use uma base fortalecedora

As bases são as melhores amigas das unhas e não é à toa que têm esse nome. Elas são importantes para nivelar a superfície e deixá-la homogênea para a pintura, além de contribuírem para a durabilidade do esmalte. No entanto, elas não têm apenas essa função estética, pois também formam uma camada protetora e evitam deixar as unhas amareladas com esmaltes escuros.

Se você sofre com unhas fracas e quebradiças, atualmente, existem bases fortificantes capazes de resolver o seu problema, como a Cavalo Forte da Haskell, base enriquecida com biotina. Lembra-se da vitamina B7 que comentamos acima? Ela é importante para cuidar das unhas nessa situação.

Crie uma proteção no dia a dia

Além das luvas para atividades domésticas, você também pode usar outras proteções, como cremes e óleos hidratantes para mãos e unhas. Eles são facilmente encontrados em farmácias, drogarias e lojas de cosméticos.

Existem opções de fórmulas dedicadas a esse tipo de necessidade e que, enquanto hidratam, já alimentam as unhas fracas e quebradiças com os nutrientes necessários. Outros cremes têm a proposta de servirem como “luvas de silicone”. Quando você passa, criam uma camada protetora com certa durabilidade e, mesmo lavando as mãos algumas vezes, eles se mantêm resistentes e continuam o tratamento.

Agora que você já sabe o que deixa suas unhas fracas e quebradiças, procure manter os cuidados diários para o seu bem-estar e para a sua saúde. Mantenha sempre uma alimentação saudável e busque consumir alimentos coloridos visando às vitaminas. Além das suas unhas, o seu corpo todo vai agradecer!

Gostou das nossas dicas de fortalecimento para unhas e já sabe como lidar melhor com esse problema? Então, veja nossas opções de esmaltes para arrasar com as suas unhas fortes!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.