tonalizante ou tintura

Tonalizante ou coloração? Entenda a diferença entre eles

Shampoo: guia de como usar esse produto nos cabelos

Quando você vai colorir os seus cabelos, seja para cobrir os brancos, seja para mudar de cor ou tom, é comum se preocupar com a variedade de cores e em escolher uma delas. Não é mesmo? Contudo, saiba que é necessário pensar no tipo de produto para usar, como tonalizante ou coloração.

Os dois cosméticos têm a mesma finalidade: colorir os fios. Contudo, a composição de cada um é diferente e influencia na cobertura, brilho, durabilidade, textura do cabelo e outros fatores. A coloração, por exemplo, é algo permanente até que as mechas cresçam e fiquem naturais de novo. Já o tonalizante, na maioria dos casos, não tem essa mesma duração.

Antes de colorir o seu cabelo, veja este artigo para entender as diferenças do tonalizante e da coloração para, assim, escolher a melhor opção para você.

Entenda as principais diferenças desse tipo de coloração

O tonalizante e a coloração são muito utilizados pelos cabeleireiros no salão de beleza, ou em casa mesmo, para quem resolver pintar os cabelos. Os dois produtos são igualmente bons e podem garantir resultados excelentes para quem quer mudar o visual ou cobrir os fios brancos que aparecem com o tempo.

Nesse sentido, o tonalizante e a coloração não são concorrentes com a finalidade de um ser melhor do que o outro. Afinal, em alguns procedimentos eles se complementam. Porém, sua finalidade varia conforme o objetivo de cada pessoa, devido às diferenças dos produtos. 

A coloração permanente, por exemplo, tem amônia e agentes oxidantes que, juntos, agem diretamente no interior dos fios. A coloração permanente é capaz de retirar a cor natural e depositar a cor artificial aplicada. Devido a sua composição, a coloração permanente é mais invasiva, porém, garante mais uniformidade e cor intensa.

o tonalizante, não tem os mesmos agentes que a coloração permanente. Por isso, é uma coloração semipermanente, já que ele atua na superfície dos fios deixando alguns pigmentos, com pouca interação com o córtex capilar. Por ser menos invasivo, geralmente, não resseca as mechas e ainda proporciona mais brilho.

Menor tempo de durabilidade do produto

Para quem quer mudar a cor do cabelo, mas ainda não tem certeza de como será a adaptação da mudança, pode usar o tonalizante como um aliado. Como ele age na primeira camada do fio, é comum que a pigmentação saia em até 25 lavagens. Contudo, nos cabelos naturais (livres de qualquer química) pode ser que demore mais tempo para sair o tonalizante.

Já para quem se decidiu sobre a cor e quer garantir um efeito bem intenso e, principalmente, duradouro, a coloração permanente é a recomendação. Apesar de ser mais invasiva, a coloração permanece no fio até que você faça uma descoloração ou aplique um novo tom mais escuro — ou até deixar o cabelo crescer naturalmente e ir cortando as pontas.

Porém, ao pintar o cabelo, é comum nas primeiras lavagens descarregar bastante o tom da coloração. Depois, com o tempo, o desbotamento diminui, mas vai exigir uma manutenção para manter a cor e retocar a raiz.

Saiba quando usar tonalizante e coloração nos cabelos

Agora ficou claro as diferenças e a durabilidade do produto no cabelo, mas ainda é relevante saber qual usar nos seus fios. Para isso, depende do seu objetivo com a coloração.

Para descolorir os fios

Caso o seu cabelo esteja saudável e bem estruturado, ele pode aceitar a coloração sem sofrer muitos danos. Em todo caso, é recomendado sempre preparar a mecha antes de qualquer procedimento; geralmente, fazer um cronograma capilar completo, pelos menos, 30 dias antes da química, diminui os efeitos agressivos aos fios.

Por meio da coloração permanente é possível clarear o cabelo ao mesmo tempo que deposita a cor artificial, chegando a tonalidades muito bonitas. Já com o tonalizante não é possível promover clareamentos significativos, sendo que ele apenas deposita a cor de maneira superficial. Então, as colorações são ideais para quem deseja uma transformação, e os tonalizantes para criar reflexos ou disfarçar fios brancos.

Para cobrir os brancos

Caso você não queira fugir muito da cor natural das suas mechas, pois a intenção é cobrir alguns fios brancos espalhados pelo couro cabeludo, o tonalizante deve ajudar. 

Essa opção cobre, em média, 40% dos brancos e pode deixar uma tonalidade dourada nesses fios e natural no cabelo como um todo. No entanto, caso deseje cobrir completamente, a coloração permanente deve ser levada em conta, pois cobre 100% dos fios.

Para cabelos danificados

Já no caso de cabelos danificados, fragilizados e com outros procedimentos químicos permanentes, como escova progressiva, não é vantajoso utilizar a coloração, pois pode dar incompatibilidade de química. Consequentemente, acarreta em quebra dos fios ou corte químico.

Para quem deseja colorir os cabelos nessa situação, deve optar pelo tonalizante, mas sempre é ideal fazer um teste de mecha para garantir a integridade do fio durante o procedimento. Além disso, devido à fragilidade do cabelo, é indispensável fazer a mudança aos poucos e conciliar com um tratamento de reconstrução capilar. Só depois de os fios ficarem saudáveis, usar a coloração permanente.

Avalie o seu tipo de cabelo

O tonalizante e a coloração são produtos químicos e mesmo com as suas diferenças, — entre elas, o primeiro ser menos invasivo —, é de se esperar alguma mudança nos fios, além da cor. Por isso, quando for escolher o tipo de produto para utilizar, faça uma autoavaliação:

  • O que você espera com a coloração?
  • O seu cabelo está muito danificado?
  • Tem muitos fios brancos? Como eles estão distribuídos?

Essas perguntas devem ajudar na sua decisão e, além disso, caso você tenha uma mecha de cabelo branco ou em grande quantidade espalhada pela cabeça e queira cobri-los totalmente, o tonalizante pode não ser a melhor opção para resolver o problema.

Por isso, é relevante avaliar o seu cabelo, sendo que todos os tipos podem receber o tonalizante ou a coloração. O que vai depender é a estrutura do fio e o objetivo da pessoa. Nesse sentido, não deixe de cuidar diariamente do cabelo em casa e escolher produtos ideais para o seu tipo de cabelo.

Independentemente da sua escolha, seja tonalizante ou coloração, é indispensável utilizar um produto que contenha na composição nutrientes essenciais para os fios, como as colorações da Haskell. Com elas, você trata o cabelo durante o processo de transformação e garante uma coloração mais duradoura, bonita e brilhante. Isso acontece devido às formulações usadas pela Haskell, que cuida dos cabelos em todos os procedimentos, sem agredir as mechas.

Aproveite para conhecer a nossa variedade de produtos, em nosso site, agora mesmo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.