Alisamentos, colorações, sol, mar, piscina, secador, chapinha — esses são alguns dos motivos para termos problemas capilares. Bem, sabemos que, às vezes, é difícil fugir da maioria dessas tentações. No entanto, com boas dicas, é possível aplicar soluções e deixar os cabelos mais saudáveis.

Para saber do que suas madeixas precisam, é interessante que você preste atenção ao aspecto delas e tente se lembrar de como tratou seus fios nos últimos meses. Por exemplo, uma temporada na praia fará com que fiquem ressecados, devido ao sal e ao sol diários. Acompanhe nosso post e veja algumas dicas para resolver os maiores problemas!

1. Aposte nas hidratações

Cabelos ressecados ficam sem vitalidade e ásperos. Isso acontece porque, além de terem o pH alterado, a cutícula do fio, que é a parte mais externa, fica aberta. A consequência é uma maior facilidade para que substâncias prejudiciais penetrem e piorem ainda mais o aspecto.

Madeixas vítimas disso pedem, urgentemente, sessões de hidratação capilar, para recuperar a água, a adiposidade e a proteína. Os procedimentos podem ser feitos em casa, não necessitando que você vá a um salão ou gaste um valor excessivo. Basta que você procure por máscaras que tenham bom custo-benefício e contenham os nutrientes necessários.

Para uma recuperação intensa, faça um cronograma capilar. Ele consiste em alternar as máscaras com finalidades de hidratação, nutrição e reconstrução. Cada produto pode ser usado em um espaçamento de 2 ou 4 dias, dependendo do estado dos fios.

2. Resolva as pontas duplas

Madeixas ressecadas e sem corte podem sofrer com as pontas duplas, deixando o visual esquisito. Mulheres com cachos tendem a reclamar mais dessa situação, mas as de cabelos lisos e longos também dizem que sentem dificuldade de se livrar do problema.

As hidratações ajudam nesse caso, já que fecham e nutrem as escamas do fio. No entanto, um corte de, pelo menos, dois dedos, será fundamental para retirar a parte mais estragada e revitalizar o visual. Você pode aproveitar a situação, também, para dar aquela repaginada, investindo em cortes modernos, para renovar a autoestima.

Depois de fazer isso, continue com os cuidados necessários e sempre use um antitérmico antes do secador e da chapinha.

3. Invista em produtos suaves para evitar o frizz

Um dos vilões mais temidos da maioria das mulheres é aquele arrepiado em cima da cabeça ou ao longo dos fios, também conhecido como frizz. As cacheadas sofrem um pouco mais, devido à estrutura diferente das fibras capilares.

Para combatê-lo, a dica é investir em shampoos suaves, sem sulfato. Eles ajudam a fazer a limpeza necessária sem retirar a oleosidade natural dos fios. Se o shampoo contiver óleo nos componentes, melhor ainda, pois ele ajuda a fornecer nutrição e deixar as escamas dos fios fechadas.

Ah! Passe o produto somente no couro cabeludo, sem esfregar ao longo do comprimento. Isso evita fios arrepiados também.

4. Utilize cosméticos específicos para o loiro

O loiro nunca sai de moda, não é? O bom é que temos vários tons para variar durante o ano e mudar de acordo com as estações. No entanto, apesar de lindo, o cabelo precisa ser bem cuidado, para que a cor não desbote ou fique esverdeada.

Primeiro, todo cabelo tingido não pode ser lavado com tanta frequência, já que isso diminui a durabilidade da tinta. Lavá-los um dia sim, um dia não é uma boa periodicidade para ajudar na manutenção da cor.

Além disso, invista em produtos matizadores. Os cabelos loiros são muito beneficiados com esse tipo de cosmético, já que eles têm o objetivo de realçar a tonalidade e evitar o desbotamento.

Um matizador de pigmento violeta, por exemplo, atua no desamarelamento, proporcionando um efeito mais prata ao fios. Escolha um shampoo e um condicionador que tenham componentes hidratantes também, pois o procedimento químico tende a tornar o cabelo mais quebradiço.

No entanto, sempre faça um teste de mecha antes de usar o produto, combinado? Assim, você tem a certeza de que ele atenderá aos resultados desejados.

5. Use produtos adequados ao seu tipo de cabelo

Você sabia que muitas mulheres sofrem com oleosidade ou volume excessivos, mas não percebem que podem usar produtos adequados para diminuir esses aspectos? Se você tem uma raiz com tendência a acumular sebo, deverá evitar shampoos muito hidratantes e dar preferência àqueles que fazem uma limpeza profunda e proporcionam ação refrescante.

As madeixas volumosas costumam ser mais frágeis e com tendência ao frizz. Sendo assim, precisam de ativos que proporcionem nutrição, auxiliem na reconstituição dos fios e mantenham a hidratação. O colágeno vegetal costuma ser recomendado, pois os aminoácidos e as proteínas formam um filme sobre a fibra capilar, deixando os cabelos mais pesados e, consequentemente, com menos volume.

Já cabelos quebradiços podem ter passado por muitos procedimentos químicos. Eles precisarão de cosméticos que devolvam os nutrientes e a massa capilar perdidos nesses processos.

6. Consulte um especialista

Existem profissionais especialistas em identificar problemas capilares. Um dermatologista estuda não só a pele, mas também disfunções no couro cabeludo que resultem em alergias, quedas capilares, caspa, oleosidade e fungos. Por meio de consultas e exames, ele tem a capacidade de fazer um diagnóstico confiável sobre alguma patologia e descobrir seu motivo. Por exemplo, cabelos caindo podem representar o resultado da genética ou mesmo de uma doença autoimune.

Um tricologista costuma ser alguém formado em dermatologia também. No entanto, é uma pessoa mais especializada na área capilar e, assim, com bastante respaldo para analisar as disfunções de cada fio e do couro cabeludo. Além dos distúrbios mais comuns, como caspa, esse profissional também lida com pessoas que se submeteram a procedimentos químicos muito fortes e desenvolveram alergias. Outra atuação é com pacientes de quimioterapia, já que as medicações atingem os folículos pilosos, fazendo com que os fios saudáveis caiam.

Infelizmente, não é muito difícil termos problemas capilares. Nossas madeixas podem sofrer até com o nosso estado emocional, se tivermos um nível de estresse alto. No entanto, nem tudo está perdido e é possível encontrar boas soluções para voltar a ter cabelos saudáveis.

Gostou das dicas? Então, siga-nos nas redes sociais — estamos no Facebook, no Instagram e no YouTube — e acompanhe de perto mais postagens sobre cabelo e beleza!