prancha e chapinha

Existe diferença entre prancha e chapinha? Conheça os cuidados ao utilizar

Shampoo: guia de como usar esse produto nos cabelos

Prancha e chapinha é o mesmo aparelho, portanto, o que muda é apenas a maneira de chamar. No entanto, o mercado disponibiliza algumas variedades desse mesmo produto para atender as preferências de cada pessoa, como de cerâmica (esquenta mais rápido), titânio (mais leve de manusear) e turmalina (evita contato do cabelo com o alumínio).

De modo geral, apesar de encontrar o aparelho com diferentes tecnologias, é indispensável o cuidado com os fios antes do uso. Afinal, a alta temperatura pode danificar gravemente os cabelos, caso não cumpra um protocolo de cuidados. Por isso, atenção para não estragar as suas mechas, hein?! Vamos ver a seguir, quais são esses cuidados!

Utilize um protetor térmico

Ao adquirir a sua prancha ou chapinha tenha atenção à temperatura que o aparelho pode chegar, pois não deve ultrapassar 200 graus. Ainda sim, é muito calor para os cabelos, por isso o protetor térmico com foco em proteger de secador e chapinha deve ser o seu principal aliado antes de esquentar os fios.

A alta temperatura no cabelo desprotegido pode enfraquecê-los, queimá-los e ressecá-los, causando danos irreversíveis. O protetor térmico deve ajudar na criação de uma camada que impede o cabelo absorver todo o calor, amenizando consideravelmente esse tipo de agressão.

Seque muito bem os cabelos

Outro jeito de estragar o cabelo com prancha ou chapinha, além de ser um risco de morte para a pessoa, é pranchar os fios molhados. Devido à água nas mechas e à eletricidade da chapinha, aumenta a chance de choque e de queimar as fibras capilares.

Por isso, antes de manusear o aparelho para moldar as mechas, garanta que o cabelo está muito bem seco. Na dúvida, tire bem a umidade com uma toalha, aplique o protetor térmico — ou leave-in — e utilize um secador para terminar o processo, antes de iniciar a prancha.

Evite pranchar várias vezes

Algumas pessoas têm costume de passar várias vezes a chapinha na mesma mecha. Esse hábito é extremamente nocivo à saúde dos fios, pois tira a umidade natural do cabelo, acelera o ressecamento, danifica as pontas e retarda o crescimento natural. Com as fibras capilares mais frágeis, é comum aparecer outros problemas também, como a queda.

Escolha um bom leave-in

Por fim, para garantir um cabelo bem cuidado, mesmo utilizando a prancha ou chapinha com frequência, você pode utilizar um bom leave-in em suas mexas. O produto promete uma finalização com mais qualidade, principalmente se tratando do leave-in da Haskell que faz parte da linha Cavalo Forte.

Basta aplicar o produto nas mãos e espalhar pelos fios de modo uniforme, após a lavagem normal, e não precisa enxaguar. O leave-in deve ajudar na proteção do seu cabelo, amenizar o frizz e prevenir a quebra, ideal para utilizar antes de pranchar o cabelo.

O leave-in da Haskell, assim como os demais produtos dessa linha, auxilia no crescimento dos fios, com biotina, queratina e pantenol, recuperando o brilho, força natural e estrutura do cabelo. Para escolher a melhor opção antes do uso de prancha ou chapinha, leve em conta as necessidades e textura do seu cabelo.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.