pintar o cabelo em casa

8 melhores dicas para pintar o cabelo em casa sem erros

Shampoo: guia de como usar esse produto nos cabelos

Apesar de muitas pessoas pintarem os cabelos em casa, a maioria se sente insegura em realizar este procedimento e ficar com um visual manchado ou diferente do esperado. No entanto, se você mantiver alguns cuidados com os fios e fizer o procedimento com atenção, é possível, sim, conquistar um ótimo resultado.

Para ajudar você nessa tarefa, elaboramos um guia rápido com 8 dicas essenciais para você mudar a cor do cabelo e se sentir linda sem medo de errar. Ficou curiosa? Então confira nossas dicas!

1. Prepare o cabelo para receber a coloração

Antes de pintar o cabelo em casa, é fundamental garantir que ele esteja saudável e forte para receber a coloração. Embora a tinta seja menos agressiva que o descolorante ou outras químicas, ainda assim, ela pode alterar as estruturas da fibra capilar, deixando os fios enfraquecidos.

O ideal, portanto, é caprichar em tratamentos nas semanas antes do processo. Intercale entre hidratação , reconstrução e nutrição e, se possível, faça uma umectação capilar com óleos vegetais para repor os lipídios e promover mais emoliência.

2. Faça a prova de toque/sensibilidade

Alguns testes são importantes para verificar se você não apresenta nenhuma alergia ou sensibilidade aos componentes da fórmula, por isso é importante seguir a recomendação para não ter problemas.

Para isso, aplique um pouco do produto na nuca ou no antebraço, aguarde alguns minutos e enxágue. Caso note que a região ficou muito vermelha ou com algum sinal nas próximas 48 horas, não utilize o produto e busque por um profissional.

3. Faça o teste de mecha

Além dos testes de alergia, o teste de mecha também é importante para saber se a mecha não apresentará danos significativos e se o resultado da cor é o desejado. Para isso, aplique a coloração em uma mecha escondida, aguarde o tempo de pausa e enxágue. Qualquer resultado negativo que você possa encontrar no teste de mecha é indicativo para que você não utilize o produto.

Na hora da escolha da cor, é importante entender alguns conceitos básicos de colorimetria, isso porque o resultado depende da cor que o cabelo natural se encontra e se os fios já foram coloridos anteriormente. Normalmente, você encontra imagens na caixinha com a aproximação do resultado em cada tonalidade natural do cabelo.

No caso do seu cabelo já ser tingido, é importante saber, também, que tinta não clareia tinta, portanto, utilizar uma coloração clara em cima de uma mais escura dificilmente trará bons resultados.

4. Adquira os materiais necessários

Antes de iniciar o processo de coloração em casa é importante adquirir todos os materiais necessários para não ter imprevistos. Sendo assim, lembre-se de comprar, além da tinta, um pincel específico para tingimento, luvas descartáveis, um pente fino e prendedores para separar as mechas.

Além disso, você também precisará de um oxidante para ativar a tinta. Algumas colorações já costumam vir com ele, no entanto, quem utiliza tinturas profissionais precisa comprar o item separadamente.

É possível adquirir oxidantes em várias volumagens e o volume ideal dependerá da intensidade do clareamento necessário. Quanto mais alto o volume da ox, maior será o clareamento do fio. Em colorações mais escuras é recomendado ox de baixa volumagem (até 20 volumes), já em colorações mais claras, o ideal é utilizar ox de 30 ou 40 volumes. Atenção! Quanto maior a volumagem, mais intensa é a interação com a fibra capilar, então é imprescindível uma análise perfeita no teste de mecha para que o cabelo não danifique.

5. Analise as condições do seu cabelo e couro cabeludo

O cabelo não deve estar nem muito limpo nem muito sujo antes da aplicação, o ideal é que ele tenha sido lavado entre 24 a 48 horas antes do procedimento. A verdade é que a oleosidade natural produzida pelas glândulas sebáceas protege o couro cabeludo das irritações pelo contato com os ingredientes químicos, diminuindo, inclusive, a sensação de coceira durante o procedimento. Entretanto, com o cabelo muito sujo, o óleo forma um filme no fio impedindo a ação da coloração.

Cada tipo de coloração tem as condições ideais para o cabelo antes da aplicação. O tonalizante por exemplo tem suas especificações. Siga sempre as orientações do fabricante.

6. Proteja a pele para evitar manchas

Um erro bastante comum de quem pinta o cabelo em casa pela primeira vez são as manchas na pele. É normal que você acabe ficando com a nuca, a testa e as orelhas coloridas durante o processo, mas este problema pode ser minimizado.

Para não ter manchas evidentes, aplique um pouco de creme hidratante ou gel de cabelo em todo o contorno do rosto, na nuca e nas orelhas. Lembre-se também de utilizar uma camiseta velha durante o procedimento, assim, você não corre o risco de estragar suas roupas.

7. Atente-se à quantidade de produto

Essa é outra dica importante para quem quer pintar os fios em casa. Comprar menos tinta do que o necessário pode ser um problema, afinal, se a mistura acabar durante a aplicação corre o risco de ficar manchado e com falhas.

Se seu cabelo é curto, apenas uma bisnaga pode ser o suficiente. No entanto, quem tem fios muito longos ou volumosos pode precisar de 2 ou 3 caixinhas. O ideal é sempre comprar a mais para não ter imprevistos ou perguntar a seu cabeleireiro quanto de tinta ele acha necessário.

Na hora da aplicação, não economize. É importante que todas as mechas sejam enluvadas por inteiro com bastante produto para garantir uma cobertura uniforme.

8. Para a aplicação, siga as instruções do fabricante 

A dica para a aplicação é dividir todo o cabelo em 4 partes e passar o produto mecha a mecha para que a tinta penetre por igual. Prenda a parte de cima e comece pela região da nuca. O ideal é aplicar a coloração primeiro no comprimento e nas pontas e espalhar bem para ficar uniforme. Só depois disso, pinte a raiz, separando mechas finas.

Quanto ao tempo de pausa, muitas pessoas acreditam que deixar a tinta agindo durante horas vai fazer com que a cor fique mais intensa e dure por mais tempo, mas isso é mito. Deixar a coloração agindo por mais tempo do que o recomendado pelo fabricante só vai agredir mais os seus fios e causar danos. Portanto, leia a bula ou rótulo do produto e respeite as instruções oferecidas.

Pintar o cabelo em casa pode parecer uma tarefa desafiadora, no entanto, fazendo tudo com atenção e seguindo as instruções do produto é possível ter um excelente resultado. Depois de colorir os fios, é importante incluir a etapa de reconstrução em seu cronograma capilar para reparar os danos e devolver as proteínas e aminoácidos perdidos no processo.

Agora que você já sabe como pintar o cabelo, descubra também como fazer suas unhas em casa.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.