Óleos naturais para cabelo

Óleos naturais para cabelo: conheça seus benefícios e funções

Shampoo: guia de como usar esse produto nos cabelos

Uma forma eficiente de conseguir um bom tratamento capilar é usando óleos naturais para cabelo. As essências contidas neles ajudam a hidratar, reparar, fortalecer, dar brilho, repor água e queratina.

Eles também são fáceis de serem usados em casa. Algumas ideias são: inserir algumas gotas em um creme de hidratação ou colocar o óleo puro nas madeixas antes de molhá-las, deixando agir por um tempo (você pode fazer isso antes da academia, por exemplo, amarrando o cabelo com um coque ou trança) ou usar duas a três gotas como se fosse um leave-in.

Além disso, são compostos por ervas ou outras substâncias vegetais, tornando sua utilização saudável, apresentando poucos riscos de alergia e de contraindicação (gestantes devem sempre consultar o médico antes de utilizar qualquer produto).

Acompanhe a leitura e conheça os mais importantes!

Alecrim

O alecrim é um estimulante dos folículos pilosos e favorece o crescimento dos fios. Tem antioxidantes que ajudam a eliminar radicais livres, promovendo o rejuvenescimento e prevenindo a perda de cabelo. Quando usado no couro cabeludo, ainda pode tratar a caspa, a oleosidade, a coceira e a irritação.

Além disso, seu cheiro tem ação estimulante para melhorar a memória e ajuda a aliviar dores de cabeça.

Coco

O óleo de coco pode ser extraído do coco seco ou do coco fresco. No primeiro caso, ele receberá o nome de refinado, no segundo de extravirgem. Geralmente tem a aparência líquida, assim como todo óleo, mas em regiões com climas de temperatura baixa, pode ter uma consistência sólida. Nessa última situação, você pode retirar a parte que usará e esquentar alguns segundos no microondas, para facilitar a aplicação.

É rico em vitamina K e ajuda a hidratar, devolvendo a água perdida das fibras capilares. Em madeixas loiras, ele ajuda a destacar a tonalidade, evitando o desbotamento. Nas crespas, diminui o frizz, problema comum nesses tipos de fios.

Além disso, tem ação antibacteriana, protegendo o couro cabeludo contra bactérias, protozoários e piolhos.

Argan

Um dos mais famosos óleos naturais para cabelo, o de argan é conhecido há séculos no Marrocos. É muito usado como finalizador, pois, apesar de maravilhoso e super hidratante, é um produto mais caro por aqui, ao contrário dos outros óleos.

É rico em vitamina E, antioxidantes (previnem o envelhecimento) e ácidos graxos (devolvem as proteínas das fibras). Além disso, apenas algumas gotas são capazes de proteger o cabelo contra poluição, poeira, sol e calor de secadores e chapinhas.

Abacate

Esse óleo é extraído do caroço da fruta, que tem muitos nutrientes. É composto por vitamina A, vitamina E, lecitinas e fitoesteróis. Um dos seus benefícios é estimular a produção de colágeno, que é ótimo para o cabelo.

Nos fios fracos, ajuda no fortalecimento e na diminuição da queda. Também ajuda a hidratar, dar maciez e brilho. Assim como o óleo de coco, tem propriedades bactericidas. Outra função é ter efeito de absorção dos raios UV, ajudando na proteção solar.

Semente de uva

O óleo de uva tem vitamina E, ajudando a deixar as madeixas mais fortalecidas, além de vitamina C e betacaroteno. Deixa um brilho nos fios e, por ser de rápida absorção, pode ser usado, em poucas gotas, como um leave-in.

É conhecido por ser muito bom para cabelos secos e crespos, pois ajuda a preservar a umidade deles e a suavizar as cutículas das fibras capilares.

Rícino (mamona)

O óleo de rícino, ou mamona, é muito bom para estimular o crescimento dos fios. É composto por ácidos graxos, como o ácido ricinoleico, ômega 9, ômega 6, sais minerais e vitamina E. No couro cabeludo, estimula os folículos pilosos, fazendo com que o cabelo nasça mais rápido, além de deixá-los mais volumosos e fortalecidos.

Por ter ação antifúngica, ajuda a evitar a caspa. Também tem a função de combater a oleosidade, podendo ser usados por quem tem cabelos oleosos.

Rosa mosqueta

O óleo de mosqueta tem alto poder de hidratação, elimina o frizz e deixa os fios mais alinhados. Muitas cacheadas e crespas gostam de misturar umas gotinhas no condicionador ou na máscara de tratamento, deixando as madeixas mais definidas.

Pode, ainda, ser usado para dar volume. Os ômegas 3 e 6 contidos nele formam uma proteção, com uma camada impermeável, evitando que o cabelo perca a umidade. No couro cabeludo, pode ser usado contra caspas e auxilia na descamação.

Ojon

O óleo de ojon é rico em aminoácidos, antioxidantes naturais e lipídeos. Ajuda a repor a queratina, reduzir o volume e também o frizz, sendo ideal para quem gosta de um cabelo quase alisado.

Proporciona força, hidratação, brilho e ajuda na recuperação das células capilares e na proteção das agressões diárias, como poluição, secador e chapinha. Como ele tende a deixar as madeixas mais pesadas, o ideal é não usar mais que três vezes na semana.

Macaúba

É um óleo leve e pode ser usado em qualquer tipo de cabelo. No cacheado, ajuda a definir as madeixas e a reduzir o volume. No oleoso, a sugestão é usar no máximo duas vezes na semana, para não deixá-lo muito pesado. Promove maleabilidade, maciez, hidratação e luminosidade.

Também, é termoativado, assim protege contra secador, chapinha e facilita a escovação. Diminui os danos provocados por coloração e alisamento, além de promover o antienvelhecimento. Apesar de ele ser muito comparado com os efeitos do óleo de argan, seu preço é muito mais acessível.

Hortelã

Na aromaterapia, é muito usado para combater problemas com depressão, concentração e cansaço mental. No couro cabeludo, tem efeito de arrefecimento, ou seja, combate caspa, piolho, mata germes e regenera a pele.

Favorece o crescimento dos fios, já que tem efeito vasodilatador, ajudando a aumentar o fluxo sanguíneo na região. Também promove brilho e hidratação.

Oliva

O óleo de oliva (ou azeite) é concentrado em fosfatídeos, ácidos graxos, esqualeno e vitaminas A e E. Intensifica o brilho, promove hidratação, retém a umidade e deixa as madeixas mais fortes.

É muito bom para fios grossos e ressecados, já que ele tende a dar um aspecto mais pesado. Também ajuda a preencher as células das cutículas das fibras capilares, o que evita as pontas duplas.

Assim, óleos naturais para cabelo são ótimos se a sua intenção for deixá-lo hidratado e com uma beleza natural. Uma última dica é no momento de lavar os fios, usar um shampoo antioleosidade, pois ele auxilia a retirar o excesso de gordura, para que não fiquem pesados.

Conheça também a importância das vitaminas para suas madeixas, lendo nosso próximo artigo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.