o que é no poo

Saiba o que é no poo, como funciona e quando fazer

Se você é alguém que se preocupa com os seus fios, com certeza, sabe que é importante cuidar dos cabelos, certo? Para isso, vale muito a pena conhecer novidades e técnicas que vêm para você incluir na sua rotina de tratamento de acordo com a necessidade de seus cabelos. Uma delas é não usar shampoo. Isso mesmo! Se você ainda não sabe o que é no poo, precisa conhecer esse método. A técnica no poo é muito aceita pelos cabelos crespos e cacheados.

Veja, no artigo a seguir, como ele funciona e por que aderir a ele. Saiba também os resultados e como aplicar essa técnica no seu dia a dia. Boa leitura! 

O que é no poo e por que fazer? 

Assim como o low poo, o no poo é uma técnica desenvolvida e divulgada por Lorraine Massey — especialista em cachos —, em seu livro “Curly Girl” ou “O Manual da Garota Cacheada”, em português. 

O conceito principal das duas técnicas é evitar shampoos tradicionais, que contenham sulfatos e outros agentes de limpeza que, apesar de limparem, também eliminam o óleo natural produzido pelo couro cabeludo, que é essencial para alguns tipos de cabelo.

Diferentemente do low poo, cuja ideia é usar shampoo de limpeza suave e apenas com componentes liberados; o no poo é uma técnica um pouco mais “radical”. A tradução de no poo é “sem espuma”, o que remete a não usar shampoo. Sim, geralmente, isso quer dizer que você vai usar apenas condicionadores, máscaras e finalizadores. Dessa forma, você consegue manter a oleosidade natural e os nutrientes dos fios. 

Além disso, as duas técnicas trazem restrições ao uso desses produtos. Isso porque alguns deles são feitos com silicones, óleos e outros componentes, que não saem na água. Ou seja, precisariam do shampoo com sulfato para limpar. 

Felizmente, para substituí-los, existem vários produtos com componentes liberados para as técnicas low poo e no poo. Assim, você continua tendo opções para hidratar, reparar e nutrir os seus fios. 

Quais os resultados dessa técnica no cabelo? 

“Mas vai dar certo lavar o cabelo sem shampoo?”— essa pode ser uma das maiores dúvidas quando você entende o que é no poo. Por não permitir o uso de shampoos com sulfato, mesmo em baixas concentrações, ela é uma técnica bem restrita. A higiene do cabelo e do couro cabeludo é feita com um condicionador higienizante, que limpa deixando o óleo natural nos fios. 

Cabelo com vida 

Sem elementos que possam retirar o óleo natural do seu cabelo, uma das maiores vantagens do no poo é um cabelo com brilho e maciez. Além de o condicionador colaborar para isso, a própria hidratação natural dos cabelos ajuda a dar mais vida aos seus fios. 

Fios definidos 

Outro fator importante, especialmente para as crespas e cacheadas, é que o cabelo pode ficar bem mais definido. Hidratados, além de ficarem sem frizz, os seus cachinhos realmente vão receber nutrientes da raiz até as pontas, ficando com um visual bonito por inteiro. 

Hidratação mantida 

Quando você não lava com shampoo, a camada protetora do óleo natural mantém a hidratação nos fios, especialmente se o seu cabelo não ficar muito sujo. Ou seja, os fios ficam bonitos por mais tempo entre as lavagens. 

Quando e como fazer no poo

O no poo pode ser feito por qualquer pessoa, já que é um método de lavagem. Porém, algumas podem se beneficiar ainda mais dessa técnica: 

  • quem tem cabelo crespo e cacheado; 
  • quem tem cabelo bastante ressecado; 
  • quem faz tingimento ou luzes; 
  • quem faz progressiva; 
  • quem vive em uma região pouco úmida. 

Uma dica especial é para quem tem um cabelo bastante oleoso naturalmente. Nesse caso, os seus fios, de fato, podem precisar do shampoo para ficarem mais limpos. O ideal é que você conheça seu cabelo e a partir daí saiba qual técnica você deve realizar, no poo ou low poo. Em alguns casos continuar com o shampoo e investir num cronograma capilar é a melhor opção. Crie intimidade com seu cabelo e escolha o que é melhor para ele.

Além disso, é importante saber que, geralmente, você vai ver o no poo associado ao termo co-wash. Isso acontece porque esse método é aquele em que você lava o cabelo com condicionador. Como, geralmente, quem faz no poo opta por esse produto, acaba, consequentemente, fazendo co-wash. Entretanto, mesmo quem faz low poo pode aderir ao método e intercalar sessões com shampoo e sessões de lavagem apenas com condicionador. 

Como fazer?

O passo a passo para fazer o no poo é bastante simples. Veja:

  • primeiro, você deve fazer uma última lavagem com shampoo com sulfato. Assim, fica livre de qualquer impureza nos fios;
  • quando for lavar, escolha um condicionador higienizante indicado para no poo e use-o no couro e fios. Esfregue a raiz com as pontas dos dedos em movimentos circulares, para estimular a produção de óleo;
  • deixe agir por cerca de dois minutos; 
  • em seguida, enxágue os fios;
  • caso você use máscara, passe o produto — também livre de silicones insolúveis e petrolato — e deixe agir, conforme indicado. Depois, é só enxaguar;
  • seque, levemente, o cabelo com uma toalha de algodão;
  • passe o finalizador e pronto! 

Assim como o low poo, outra dica é limpar cada acessório. Como os seus acessórios e o pente que você usa para desembaraçar o cabelo no banho, ou depois dele, podem conter resíduos de produtos usados anteriormente, vale lavá-los antes de aderir a esse novo estilo. 

Na hora da compra 

Outro ponto importante é o cuidado na hora da compra. Muitos produtos já vêm com a inscrição no rótulo “indicado para low poo” e “indicado para no poo”. Porém, você pode ficar em dúvida, então, vale a pena conhecer algumas substâncias que precisa evitar. Geralmente, elas aparecem com o nome em português, mas podem estar escritas também em inglês. Alguns exemplos são: 

  • parafinum liquidum – parafina líquida; 
  • petrolatum – petrolato; 
  • dimethicone – dimeticona; 
  • mineral oil – óleo mineral; 
  • dodecane – dodecano. 

Por fim, é importante ressaltar que o método no poo é bem prático de seguir. Você pode ajustá-lo em seu cronograma sem comprometer as suas etapas. Aliás, caso você esqueça que está praticando o no poo ou faça alguma química — como coloração ou alisamento —, basta novamente retirar os resíduos com shampoo tradicional e começar de novo a técnica. 

Agora que você sabe o que é no poo, fica mais fácil aderir a essa técnica. Como ela vem sendo bastante popularizada, a tendência é de que surjam mais produtos que você possa usar. Aliás, com o tempo, você vai começar a aproveitar os benefícios dessa técnica e vai se tornar habitual conhecer os componentes dos produtos. Assim, você continuará cuidando dos seus cabelos com a certeza de que eles estarão cheios vida. 

Gostou de saber o que é no poo? Compartilhe o post em suas redes sociais e conte para todo mundo essas vantagens!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.