Manter certos cuidados para as unhas é essencial para garantir que elas fiquem sempre bonitas e saudáveis. Muitas pessoas não sabem, mas o excesso de esmalte, falta de hidratação e uso de produtos como acetona, por exemplo, podem deixá-las quebradiças e com um aspecto envelhecido e amarelado.

Mesmo que você siga as principais tendências de nail art e aposte nas cores da moda, o resultado ficará muito comprometido se suas unhas não estiverem bem cuidadas e hidratadas. Para ajudar você nessa missão, listamos as principais dicas e cuidados simples, mas que podem transformar a saúde das suas unhas, confira!

1. Tenha uma boa alimentação

Sua alimentação reflete diretamente no aspecto das unhas. A ingestão insuficiente de nutrientes, vitaminas e minerais pode fazer com que elas fiquem mais frágeis e lasquem com mais facilidade, por isso, é importante consumir uma dieta saudável e equilibrada. Procure ingerir alimentos que contenham:

  • vitamina C;
  • vitamina E;
  • biotina;
  • vitaminas do complexo B;
  • zinco;
  • queratina.

Alguns exemplos de alimentos importantes são a semente de abóbora, banana, brócolis, tomate, cenoura, leite, peixe e oleaginosas.

Caso sinta que suas unhas continuam muito fracas e quebradiças e a alimentação não está suprindo suas necessidades, converse com um dermatologista e verifique a possibilidade de consumir suplementos e vitaminas.

2. Capriche na hidratação

Outro hábito, que muitas pessoas ignoram, é a hidratação de unhas e cutículas. Hidratar essa área é essencial para manter as unhas mais bonitas, saudáveis e fortes, por isso, invista em creme próprios para essa área do corpo e realize a hidratação ao menos uma vez por semana.

A dica é aplicar o produto e massagear suavemente com movimentos circulares. Para potencializar a hidratação, coloque luvas de silicone e deixe o produto agir por 15 minutos. Se preferir, é possível substituir o creme hidratante por óleos vegetais como o de coco, semente de uva, jojoba ou amêndoas.

3. Tenha cuidado com as cutículas

Além de hidratar e cuidar bem das unhas, é preciso também não se esquecer das cutículas. Elas são responsáveis por proteger a base da unha contra fungos e bactérias e também necessitam de hidratação constante.

Muitas pessoas ainda optam por remover totalmente essas pelinhas, no entanto, esse hábito não é indicado e pode ser muito prejudicial para a sua saúde, favorecendo a entrada de bactérias e provocando inflamações e até infecções.

Para que elas não fiquem com um aspecto ressecado e se destaquem na esmaltação, o ideal é deixá-las sempre bem hidratadas, empurrá-las delicadamente em direção a raiz e retirar somente o excesso que se desprender sozinho da unha.

4. Use esmaltes de boa qualidade

Compre esmaltes com boa procedência e de marcas reconhecidas no mercado. Produtos com qualidade inferior podem deixar as unhas mais fracas e com maior tendência ao ressecamento. Além disso, podem provocar alergias e irritações na pele ao redor das unhas.

5. Lixe as unhas da forma correta

Outro hábito que pode resultar em unhas fracas e quebradiças é lixar as unhas de forma inadequada. O ideal é sempre respeitar o formato natural da unha, ou seja, unhas que são naturalmente arredondadas, podem ficar mais enfraquecidas se forem lixadas em um formato quadrado.

Além disso, a lixa deve ser sempre passada em apenas uma direção e nunca em movimento de vai-e-vem. A lixa polidora, utilizada sobre as unhas para dar brilho e retirar ondulações, deve ser usada com bastante moderação, pois também pode afinar e enfraquecer as unhas.

6. Opte por removedores sem acetona

Outro produto químico que pode ressecar as unhas é a acetona, por isso, o ideal é sempre optar por removedores de esmalte que não contem com esse ingrediente em sua composição. Existem opções líquidas, em lencinhos e esponjas umedecidas.

O resultado desses produtos é bem satisfatório e você pode escolher opções que contenham óleos vegetais em sua fórmula para auxiliar na hidratação, diminuindo o ressecamento.

7. Deixe as unhas descansarem

Apesar de as unhas serem formadas por células mortas, é importante dar um intervalo entre as esmaltações para que ela e seu organismo possam descansar das toxicidades do produto, evitando assim, fungos e manchas. Essa pausa deve ser de, pelo menos, um dia e é o momento ideal para realizar um spa das mãos e hidratar bem unhas e cutículas.

8. Utilize uma base fortalecedora

As bases fortalecedoras e nutritivas são importantes pois contam com compostos ativos que protegem as unhas e as deixam preparadas para receber a esmaltação. Cada fórmula é desenvolvida com uma finalidade própria e conta com componentes que auxiliam no fortalecimento de unhas quebradiças.

Esse tipo de base penetra nas unhas e faz o selamento de suas três camadas, atuando com uma barreira antiquebra e restaurando os níveis de hidratação. Podem ser utilizadas sozinhas ou antes dos esmaltes coloridos, impedindo que cores escurar pigmentem e manchem as unhas.

Nossa dica é a Base Cavalo Forte da Haskell que promove força e crescimento às unhas e tem sua fórmula enriquecida com biotina.

9. Use luvas para mexer com produtos de limpeza

Por fim, produtos como água sanitária, desengordurantes e detergentes podem ter um efeito abrasivo na pele e nas unhas, deixando-as esbranquiçadas e ressecadas e até mesmo causando irritações. Para evitar esse problema, a dica é sempre utilizar luvas de borracha ao manusear produtos de limpeza.

Seguindo essa rotina de cuidados, é possível manter as unhas muito mais saudáveis e bonitas por mais tempo, evitando quebras, lascas, ressecamentos e manchas. Procure sempre ter o seu próprio material e não compartilhe alicates e lixas para afastar o risco de contaminações e micoses.

Caso perceba que, mesmo seguindo todas essas dicas, suas unhas ainda assim estão enfraquecidas, manchadas e amareladas, procure um dermatologista. Somente um profissional qualificado poderá fornecer um diagnóstico completo e entender se você apresenta alguma deficiência de nutrientes ou infecção nas unhas.

Agora você já sabe quais cuidados para as unhas devem ser implementados em seu dia a dia e como colocá-los em prática. Quer conferir mais conteúdos como esse? Assine nossa newsletter e receba diretamente em seu e-mail.