como controlar o frizz

5 dicas de como controlar o frizz do seu cabelo

Você sofre com fios arrepiados que estragam qualquer penteado? Não sabe como controlar o frizz dos cabelos e nem por que ele acontece? O frizz é uma condição bastante comum que pode ocorrer por diversos fatores, como a falta de hidratação ou mesmo o excesso de umidade no ar.

Neste post, explicamos melhor o porquê de os fios ficarem arrepiados, quais tipos de cabelo sofrem mais com o problema e como fazer para driblar esses fiozinhos que insistem em levantar. Quer tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto? Então, é só continuar a leitura!

O que é o frizz e quais são as suas causas?

A fibra capilar é revestida por cutículas, parecidas com escamas, que protegem o interior do fio. Quando estão ressecadas, essas cutículas se abrem, causando um efeito arrepiado, ou seja, o frizz, como o conhecemos. O problema pode acontecer por diversos fatores, como:

  • falta de hidratação;
  • excesso de procedimentos químicos;
  • umidade do ar;
  • uso de ferramentas de calor, como secador e chapinha;
  • eletricidade estática causada por pentes e escovas de plástico;
  • quebra dos fios.

Além disso, é importante ressaltar que o frizz é, normalmente, um sinal de que o nosso cabelo não está saudável e precisa de maiores cuidados. Portanto, se perceber que está com mais fios arrepiados do que o normal, é interessante apostar no uso de máscaras de tratamento.

Por que ele é mais frequente em estações úmidas?

Você já notou que, durante as estações mais úmidas do ano, o seu cabelo fica com ainda mais frizz? Isso acontece porque quando a umidade do ar entra em contato com as cutículas ressecadas, ocorre uma eletricidade estática que faz com que os fiozinhos se arrepiem.

Ou seja, é importante aumentar ainda mais os cuidados com os cabelos nessa época do ano. Isso porque se os seus fios estiverem saudáveis e hidratados, a umidade não fará com que o frizz aconteça.

Quais tipos de cabelo sofrem mais com frizz?

Todos os tipos de cabelo estão suscetíveis ao frizz, no entanto, fios cacheados e crespos, por serem naturalmente mais ressecados, tendem a sofrer mais com o problema. Por conta do formato espiralado, a oleosidade natural dos cabelos cacheados e crespos encontra mais dificuldade de chegar às pontas, por isso, esse tipo de fio precisa de cuidados redobrados com hidratação e nutrição.

Além disso, cabelos que passaram por procedimentos químicos, como descolorações, progressivas e permanentes, também têm mais chances de sofrer com o excesso de frizz. Isso acontece porque esse tipo de química tem um pH muito alto, o que acaba deixando as cutículas do fio ainda mais abertas.

A dica, nesses casos, é utilizar produtos com pH baixo após o procedimento químico. assim, você consegue selar novamente as cutículas que ficaram abertas.

Como controlar o frizz?

Apesar de o frizz ser bastante normal, existem formas de controlá-lo e reduzir um pouco a presença dos fiozinhos arrepiados. A seguir, listamos algumas dicas para você colocar em prática.

1. Hidrate os cabelos

O ressecamento dos fios contribui significativamente para o aparecimento do frizz, portanto, apostar no uso de máscaras hidratantes com regularidade é uma ótima forma de evitar o problema. Vale lembrar que cabelos com descolorações e outros processos químicos precisam de cuidados redobrados porque as químicas fazem com que a cutícula do fio se abra ainda mais.

Powered by Rock Convert

Assim, a dica é procurar uma linha de produtos rica em nutrientes e ativos hidratantes. As linhas Pós Progressiva e Mandioca da Haskell são excelentes pedidas.

2. Use um pente de madeira

Você sabia que até o material com que o seu pente é produzido pode impactar o aparecimento dos fios arrepiados? Pentes e escovas de plástico produzem energia estática, o que ajuda ainda mais a levantar o frizz, por isso, o ideal é utilizar sempre os pentes de madeira e as escovas de cerdas naturais.

No caso dos cabelos cacheados e crespos, prefira pentes de dentes largos e utilize-os apenas para desembaraçar os fios quando eles ainda estiverem molhados.

3. Enxágue os fios usando água mais fria

Outro elemento que abre as escamas do cabelo, provocando o frizz, é a alta temperatura. Tomar banho com água muito quente vai aumentar o ressecamento, deixar os fios arrepiados e até mesmo desregular a produção de oleosidade do couro cabeludo.

O ideal, portanto, é deixar a água em uma temperatura de morna para fria. Além disso, evite o uso excessivo de ferramentas de calor, como secador e chapinha e, quando utilizá-los, lembre-se de aplicar um protetor térmico.

4. Aposte na umectação

A etapa de nutrição do cronograma capilar é bastante indicada para quem está sofrendo com o excesso de frizz e você pode potencializar ainda mais o tratamento por meio das umectações.

Para isso, escolha um óleo específico para umectação e aplique em todo o comprimento, deixando agir por, pelo menos, duas horas. Se preferir, você pode fazer a umectação antes de dormir e retirá-la apenas no dia seguinte.

A umectação ajuda a alinhar e dar brilho aos fios, além de controlar os cabelinhos arrepiados. Os óleos mais indicados para o tratamento são os de abacate, rícino, argan, murumuru, coco e oliva. 

5. Use condicionador em todas as lavagens

Muitas pessoas acreditam que, utilizando as máscaras de hidratação, é possível dispensar o uso do condicionador. Bom, não é bem assim. A função do condicionador é selar as cutículas do fio, evitando a perda de água e nutrientes.

Sendo assim, esse produto é uma peça-chave para quem quer se livrar do frizz e deixar os fios mais saudáveis. Na hora do banho, deixe sempre o condicionador por último, para garantir o efeito da máscara e fechar bem as escamas capilares.

O frizz é uma condição bastante comum em todos os tipos de cabelo e pode indicar que você está precisando aumentar os cuidados de hidratação e nutrição dos fios. Por isso, é fundamental buscar por produtos de qualidade e manter uma frequência nos tratamentos.

Agora que você já sabe como controlar o frizz, conheça também um pouco mais sobre a técnica low poo.

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.