coloração de cabelos

Veja aqui 5 mitos sobre coloração de cabelos!

Shampoo: guia de como usar esse produto nos cabelos

A coloração de cabelos é um procedimento que gera dúvidas nas mulheres. Quem nunca teve medo de mudar a cor dos fios com medo deles danificarem ou sofrerem um corte químico? É comum não querer arriscar a mudança de visual por conta dos diversos mitos sobre esse procedimento. No entanto, esclarecer as dúvidas é fundamental para não ter erros.

Sendo assim, para passar pela experiência sem medo, neste post, explicamos o que é colorimetria capilar e selecionamos mitos e verdades sobre a coloração de cabelos. Dessa forma, você saberá o essencial para não errar na hora de fazer a mudança de visual e escolherá os produtos certos para manter a saúde dos fios. Confira!

Entenda o que é colorimetria capilar

A colorimetria capilar é a ciência que estuda as modificações de cores realizadas por meio de agentes e procedimentos químicos. Esse assunto é fundamental para qualquer profissional de beleza. Além disso, toda pessoa que realiza a coloração capilar precisa entender o básico para não cometer erros. O objetivo é saber atingir a cor correta nos fios e alcançar resultados satisfatórios e seguros.

Como funciona a colorimetria capilar?

Para entender sobre colorimetria capilar, primeiramente, é preciso entender sobre o círculo cromático. Essa é uma paleta de cores primárias (azul, amarelo e vermelho), secundárias (combinação das primárias que resultam em laranja, verde e violeta) e terciárias (composta por uma cor primária e uma secundária).

A colorimetria parte desse princípio. Para chegar a uma tonalidade, é preciso garantir que a combinação da cor base e a coloração gere o resultado esperado. Além disso, devem ser consideradas a altura dos tons, nuances e reflexos. Todas essas questões interferem no resultado e o profissional deve prever o efeito causado pela mistura de químicas.

Quais elementos afetam a aparência da cor?

A aparência da cor é influenciada por muitos elementos que causam ilusão de ótica, fazendo-a parecer mais clara, escura, brilhante ou opaca. Veja a seguir quais elementos afetam a coloração de cabelos.

  • altura do tom: a classificação de tonalidades, que aparecem nas embalagens de coloração, ajuda a identificar a cor presente nos fios antes da coloração;
  • cor base dos fios: é o nome da altura de tom que o cabelo se encontra. Os cabelos mais claros são mais fáceis de atingir a coloração desejada. Os fios mais escuros, provavelmente, precisarão ser descoloridos antes de fazer o processo;
  • reflexos: são nuances que podem ser percebidas sobre as cores bases e podem ser reveladas pela iluminação do dia ou artificial. Esses efeitos atuam de maneira diferente sobre a cor do cabelo. Essas interferências se misturam à cor base do fio, formando as nuances diferenciadas;
  • condições dos fios: é uma análise do fio quanto ao brilho, à textura, à saúde, entre outras condições que interferem a cor do cabelo;
  • qualidade dos produtos: é importante optar por produtos que ajudem a tratar a fibra capilar durante a coloração. Além de realizar a mudança desejada, não compromete os fios.

Descubra os mitos que envolvem o processo de coloração de cabelos

A coloração de cabelos é um dos procedimentos mais quisto pelas mulheres em salões de beleza. No entanto, o processo gera dúvidas por conta dos mitos, os quais acabam fazendo as pessoas desistirem de mudar o visual por medo de afetar negativamente os fios ou não conseguir o resultado desejado. Veja, a seguir, as principais dúvidas sobre o processo de coloração.

1. Coloração clareia coloração?

As substâncias das colorações não conseguem eliminar o pigmento depositado por outra coloração anteriormente. Se você tem o cabelo mais escuro artificialmente e quer clarear, passar coloração em cima de coloração não vai funcionar. O ideal é fazer a decapagem primeiro. Esse processo se trata da remoção da cor artificial da fibra capilar, procedimento parecido com a descoloração.

2. Deixar a coloração mais tempo deixa a cor mais intensa?

O tempo da coloração deve ser aquele especificado na embalagem do produto. Esse já é o período exato para que a coloração penetre a fibra capilar. Se a duração for maior, a química não vai deixar a cor mais intensa, ao contrário, vai agredir os fios. Isso resulta em saturação, ressecamento e provoca a queda.

3. Toda coloração estraga o cabelo?

As colorações que possuem amônia atuam no processo de abertura das cutículas das fibras capilares para realizar a pigmentação da cor. Com isso, podem alterar a estrutura e afetar a saúde dos fios, no entanto, existem colorações com a presença de amônia ou não. É muito importante que o produto escolhido contenha ativos que preservam os cabelos, reparam a estrutura, dando maciez e força durante o procedimento da transformação. Independente do produto escolhido, é necessário que se faça um teste de mecha para garantir que você não terá resultados negativos.

4. Não pode fazer alisamento químico e colorir no mesmo dia?

O ideal é não arriscar. A combinação de alguns produtos, principalmente aqueles que não são compatíveis com o outro, podem causar o corte químico. Esse processo se trata da quebra dos fios pela combinação de substâncias que afetam a estrutura capilar. Prefira conversar com um profissional e opte por realizar os procedimentos em dias diferentes, dando uma pausa entre as aplicações e, ainda assim, realizar um teste de mecha por garantia.

5. Fazer coloração frequentemente causa queda capilar?

A técnica de coloração é efetuada nos cabelos desde a raiz, então existe o contato do produto com o couro cabeludo, onde nascem e crescem os fios. Sendo assim, é importante ficar atento a reações alérgicas que seu couro pode manifestar, caso você seja sensível a algum ingrediente da coloração. Se você não é alérgica à coloração, não influenciará na queda capilar. A queda capilar pode ser ocasionada por estresse, sintomas de algumas doenças, falta de cuidados essenciais, caspa, entre outros.

Veja como os produtos da Haskell ajudam na sua coloração

O kit de coloração permanente Excllusiv Color Pratic conta com todos os itens necessários para realizar o procedimento. O produto é enriquecido com complexo de ômega 3, 6 e 7 e vitamina E, promovendo uma cor intensa, duradoura e uniforme. Além disso, tem uma cobertura perfeita dos fios brancos. São 24 tons pensados e desenvolvidos em sintonia com as tendências do momento!

Esse novo kit de coloração permanente proporciona conforto, praticidade e rapidez na aplicação. Escolha a cor que mais combina com você, misture e aplique no cabelo. Dessa maneira, você terá mais autonomia, facilidade e segurança ao colorir os cabelos sozinha em casa.

A qualidade dos produtos da Haskell já é bastante conhecida no mercado capilar. O kit de coloração Excllusiv Color Pratic tem alto condicionamento, cor duradoura, brilho intenso, alta cobertura e hidrata enquanto colore. Essa é a escolha perfeita para conquistar a cor poderosa e radiante que você sempre quis e, principalmente, com segurança e garantindo a saúde dos fios.

Portanto, para não errar na coloração dos cabelos, saiba que a colorimetria é essencial para alcançar a cor desejada. Antes de colorir o cabelo em casa, pesquise ou pergunte para um profissional, caso surja dúvidas sobre o procedimento e técnicas. Por fim, lembre-se de não misturar diferentes produtos no cabelo sem auxílio de um especialista.

Agora que você já sabe como não errar na coloração dos cabelos, pode colocar a técnica em prática sem danificar os seus fios. Acesse a nossa loja online e encontre os melhores produtos para você!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.