O frizz é um vilão temido por muitas mulheres e impacta diretamente no visual e no aspecto dos fios. Porém, mais do que um incomodo estético, os cabelos com frizz são um sinal de que algo está errado na saúde dos fios. Não importa se seu cabelo é liso, ondulado, cacheado ou crespo, os fios arrepiados podem aparecer em qualquer pessoa e suas causas são muitas.

Quer entender melhor o que é o frizz, por que ele aparece e como você pode combater esse problema e manter um visual mais alinhado? Nós preparamos um post completo para tirar todas as suas dúvidas!

O que são cabelos com frizz?

O frizz é uma resposta natural ao estado debilitado dos fios em virtude de danos em sua estrutura. Quando as escamas ficam muito abertas, os fios enfraquecem e geram uma carga elétrica que faz com que fiquem arrepiados.

Apesar de ser natural, esse efeito é maléfico para a saúde dos fios, pois as cutículas abertas favorecem a perda de nutrientes, deixando os fios mais opacos e quebradiços. O problema pode, ainda, ser agravado pelo uso de químicas e outros fatores que influenciam negativamente a saúde capilar, por isso, é importante tomar medidas para combatê-lo.

Quais as causas mais comuns?

Alguns fatores influenciam no aparecimento do frizz — entre eles, o uso diário do secador e da chapinha, assim como os processos químicos, como tinturas, alisamentos e descolorações, que deixam os fios mais porosos, favorecendo o problema.

Você já percebeu que, em dias chuvosos, nosso cabelo fica mais rebelde? Isso acontece porque os fatores climáticos, como a umidade do ar e o excesso de sol e vento, também interferem nos fios arrepiados.

Por fim, cabelos brancos e grisalhos têm mais tendência a sofrer com o problema, pois contam com menos melanina, substância responsável pela pigmentação, emoliência e maciez.

Como evitar o frizz?

Você não precisa abandonar de vez os aparelhos de calor e nem desistir daquele cabelo colorido dos sonhos. É possível, sim, manter seus hábitos, no entanto, para conseguir se livrar dos fios arrepiados, alguns cuidados precisam ser tomados.

Hidrate os fios regularmente

O frizz costuma aparecer mais em madeixas ressecadas e carentes de água, óleos e nutrientes, por isso, um cabelo bem cuidado dificilmente sofrerá com o problema. É importante utilizar máscaras de tratamento regularmente e alternar entre opções de hidratação, nutrição e reconstrução.

Na hora da aplicação, tire o excesso de água dos fios e enluve mecha a mecha. Deixe o produto agir de acordo com o tempo de pausa indicado na embalagem e enxágue completamente. Para potencializar o efeito e acabar de vez com o frizz, você pode adicionar 3 gotinhas de um óleo vegetal, como o de argan ou de coco, em sua máscara.

Opte por produtos com pH levemente ácido

O pH é uma faixa de potencial eletrônico utilizada para determinar se um ambiente está ácido, neutro ou alcalino. Talvez você se lembre desse conceito abordado nas aulas de química da escola, o que você não imaginava é que entender sobre pH pode ser muito útil para cuidar do seu cabelo.

O pH dos fios varia de 4.2 a 5.8, ou seja, é levemente ácido. Contudo, quando passamos por processos químicos, como colorações, alisamentos, relaxamentos e descolorações, utilizamos produtos com pH alcalino acima de 8 para abrir as cutículas. Essa alteração de pH faz com que o fio fique poroso, opaco, com pontas duplas e muito frizz.

O ideal, portanto, é sempre utilizar produtos capilares, como shampoos e condicionadores, com pH levemente ácido, entre 4 e 5. Eles ajudam a fechar as cutículas, preservando os nutrientes de tratamentos hidratantes e equilibrando os fios.

Enxágue o cabelo com água fria

Tomar banho com água quente pode ser muito relaxante, mas a alta temperatura é uma verdadeira vilã dos fios, já que ela atua abrindo as cutículas e ressecando o comprimento e as pontas. No caso dos cabelos cacheados e crespos, o dano é ainda maior. Por serem naturalmente mais ressecados, esses tipos de cabelo podem ficar mais quebradiços, apresentando ainda mais frizz.

Procure lavar os fios com água morna e, após finalizar a lavagem e a hidratação, dê um último enxague com água fria. A baixa temperatura atuará como um selante, fechando as cutículas e diminuindo o atrito. Como resultado, você terá um cabelo com muito brilho e sem frizz.

Não se esqueça dos finalizadores

Por fim, apostar em bons finalizadores é uma dica certeira para manter seu visual mais alinhado e livrar-se dos fios arrepiados. Com o cabelo ainda molhado, aplique uma gotinha de óleo capilar nas mãos e espalhe na pontas e nas regiões mais críticas, como próximo a testa. Isso será suficiente para controlar o frizz formado na região, sem deixar o cabelo oleoso.

No caso dos cabelos cacheados e crespos que não têm problemas com oleosidade, o óleo pode ser substituído por um creme para pentear, que deve ser utilizado em todo o comprimento e também próximo à raiz.

Se seu problema é o frizz que aparece quando o cabelo está preso com um coque ou um rabo de cavalo, aposte no gel ou em uma pomada para controlar os cabelinhos rebeldes. Aplique um pouquinho do produto antes e após prender os fios e espalhe com uma escova ou pente.

Quem não abre mão do secador e da chapinha deve utilizar produtos com proteção térmica para garantir a proteção do fio e minimizar a formação de frizz. Após secar os cabelos, jogue um jato de vento frio para ajudar a abaixar os cabelinhos arrepiados e utilize um óleo ou silicone em todo o comprimento, pois isso garante um resultado mais eficiente.

O frizz é uma resposta natural dos cabelos que mostra que eles precisam de mais cuidados. Apesar de ser incômodo, o problema pode ser facilmente contornado, recuperando a hidratação e livrando-se da porosidade. Na hora de comprar seus produtos, escolha as opções específicas para o controle de frizz.

Se você sofre com cabelos com frizz, a Haskell apresenta diversos produtos que podem ajudar a eliminar o problema. É o caso dos finalizadores e da linha Liso com Força. Conheça mais sobre nossos produtos e descubra o mais indicado para as suas madeixas. Entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas.