cabelo oleoso

Aprenda como cuidar do cabelo oleoso com essas 7 dicas

Powered by Rock Convert

O cabelo oleoso é uma característica comum entre várias pessoas, principalmente aquelas com fios finos e lisos na raiz. No entanto, o sebo natural e em quantidade equilibrada pode ser bom para a saúde do couro cabeludo, pois proporciona mais hidratação e viço às mechas. Porém, o excesso de oleosidade deixa um aspecto sem brilho, sem volume e de fios pesados.

Além dos efeitos estéticos, o cabelo oleoso também sofre com outras complicações, como a queda capilar, problemas com dermatite e caspa, e pode até atrapalhar no crescimento dos fios. Contudo, a causa para a oleosidade, geralmente, está associada às alterações hormonais, hábitos do dia a dia e outros fatores, como produtos inadequados para o cabelo.

Se interessou pelo tema? Então, veja como cuidar do seu cabelo oleoso e saiba como evitar esse tipo de problema!

1. Aposte no shampoo antirresíduos

Os shampoos antirresíduos ou antipoluição agem fazendo uma limpeza profunda dos fios, pois conseguem um efeito desengordurante e, durante o enxágue, elimina a sujeira que estava grudada nas mechas e couro cabeludo. Portanto, é interessante utilizar esse produto uma vez na semana ou sempre que sentir o cabelo muito pesado.

Porém, evite usá-lo com muita frequência, pois devido à ação de alta limpeza, esse shampoo pode tirar o óleo em excesso, bem como nutrientes essenciais para a saúde do fio, causando o ressecamento dos cabelos.

2. Cuide da sua alimentação

Você já deve ter notado na sua pele o aparecimento de mais acnes e oleosidade, quando a sua alimentação está pobre de nutriente e rica em gordura. Nesse sentido, o mesmo ocorre no couro cabeludo, pois esse hábito também aumenta a produção de sebo pelas glândulas. Inclusive, alguns tipos de alimento influenciam no seu metabolismo, como os fast foods.

Portanto, é fundamental ter uma alimentação equilibrada, bem como rica em vitaminas e nutrientes com foco nos cabelos. Entre elas, podemos citar as mais importantes, como vitamina A, biotina, colágeno, ômega 3 e zinco. Dessa forma, você garante o melhor funcionamento do seu organismo e mais saúde para os seus cabelos, evitando a oleosidade em excesso.

3. Evite água muito quente

Banhos muito quentes ressecam o cabelo e a pele. Logo, a forma do organismo se defender, naturalmente, é produzir mais sebo, causando mais oleosidade, tanto nos fios quanto na cútis. Esse hábito também pode causar o envelhecimento precoce das partes que recebem o jato muito quente.

Portanto, a melhor opção é sempre utilizar água morna ou temperatura ambiente durante os banhos. Algumas pessoas finalizam o banho com jato frio para aumentar o brilho. Porém, para cabelos oleosos, isso pode ser negativo por aumentar a oleosidade.

Powered by Rock Convert

4. Atenção ao usar finalizadores

Outro problema comum que estimula o cabelo a ficar mais oleoso é a presença de resíduos no couro cabeludo e ao longo dos fios. Nesse sentido, os finalizadores contribuem para que isso aconteça, pois um finalizador fica depositado no fio, formando um filme.

Na hora de escolher um finalizador, atente-se ao tipo de cabelo que ele é indicado. O ideal é que você opte por um finalizador mais fluido e menos pesado e aplique só nas pontas e evite ao máximo levar o produto próximo à raiz. A mesma dica vale para aplicar condicionadores e outros tipos de cremes para cabelo.

5. Lave o cabelo em uma frequência ideal para equilibrar a oleosidade

A frequência de lavagem do cabelo influencia no funcionamento das glândulas sebáceas do couro cabeludo. Se você tem o cabelo oleoso, o ideal é que você lave os cabelos todos os dias ou um dia sim, um dia não. Assim, você consegue equilibrar a produção natural de óleo.

Além de manter essa frequência de lavagem, você deverá realizar uma lavagem mais eficiente. Durante o banho, aplique o shampoo e enxágue, e faça isso duas vezes. Assim, você garante uma boa higiene, sendo a primeira vez para limpar e a segunda para abrir os poros.

6. Tenha atenção com os hormônios

Alguns períodos, como a gestação e outros transitórios, podem causar alteração dos hormônios, mas com o passar do tempo naturalmente se equilibram e voltam ao normal. Por isso, é comum ter como efeito colateral a produção de mais gordura em algumas regiões.

Em todo caso, é relevante procurar um dermatologista para que faça a avaliação correta e possa orientar para um tratamento adequado. Dessa forma, é possível controlar a oleosidade e evitar a causa de mais danos no seu couro cabeludo.

7. Utilize produtos para cabelo oleoso

Por fim, mas não menos importante, quando vemos dicas de como utilizar cosméticos indicados para o perfil do seu cabelo, não se trata de um mito ou uma justificativa para a indústria vender mais. As indicações no rótulo do produto para cada tipo de cabelo realmente funcionam conforme as recomendações.

Para criar as fórmulas e tratar as mechas, de acordo com as suas características, são feitos estudos de cada substância para que o cabelo se mantenha saudável. Por exemplo, produtos para cabelos ressecados têm composições diferentes de cosméticos para os oleosos. Nesse caso, usar o produto errado, pode aumentar a oleosidade. Contudo, os produtos para cabelos oleosos podem equilibrar o problema sem causar danos.

Para resolver o problema do cabelo oleoso é indispensável utilizar uma linha de produtos focada nesse tipo de necessidade. Por isso, a Haskell oferece uma variedade de cosméticos, desde shampoos até máscaras, que fazem um tratamento completo e adequado para fios com oleosidade. Ao combinar esses produtos com as dicas que citamos até aqui, sem dúvidas, o seu cabelo ficará ainda mais bonito.

Aproveite para conhecer as linhas da Haskell feitas para você que tem cabelo oleoso e acabe, de uma vez por todas, com esse problema!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.